Viajando no Japão: Osaka

Viajando no Japão: Osaka

Nossos 12 dias no Japão começaram por Osaka, e foi um ótimo início de viagem! Fiquei apaixonada por essa cidade logo que chegamos!

Osaka tem de tudo um pouco: muitíssimas lojas, feirinhas de comida, infinitas opções de bons restaurantes, templos, jardins, parques e o Castelo de Osaka, principal atração da cidade, que é lindo demais!

fullsizeoutput_8e5

Osaka é a terceira maior cidade do Japão, e me surpreendi quando fiquei sabendo disso, porque ela tem um ar de cidade pequena (ok, nem em todas as regiões) e é muito tranquila e gostosa para caminhar e passear. Osaka é o segundo maior centro financeiro do Japão e também tem a segunda maior região metropolitana, com mais de 19 milhões de pessoas!!

Definitivamente recomendo dar uma passadinha por lá, também porque é em Osaka onde fica o aeroporto de Kansai, que serve toda a região, inclusive Kyoto, então talvez seja caminho durante a sua viagem.

Screen Shot 2017-01-15 at 09.39.04

Pertinho de Kyoto, a mais ou menos 55km de distância, e a 500km de Tóquio.

screen-shot-2016-12-24-at-09-32-21

Screen Shot 2017-01-15 at 09.39.26

De avião pelo aeroporto Kansai, um dos maiores do Japão; vindo de outras cidades, as demais opções são ônibus, trens locais e trem-bala.

As três principais estações de trem de Osaka são a Umeda Station, na parte norte da cidade, a Namba Station, na parte sul, e a Shin-Osaka Station, perto da Umeda Station. Cada estação é servida por diferentes companhias de trem, por isso é preciso ficar atento! Para ir de Osaka a Nara, por exemplo, o trajeto mais curto é pela companhia Kintetsu, que sai apenas da estação sul, a Namba Station. Já o trem-bala para somente na estação Shin-Osaka Station. Para ir a Kyoto, é possível sair de mais de uma estação, entre elas, a Umeda Station.

Chegando no aeroporto de Kansai, há várias opções para ir a vários lugares, inclusive outras cidades, como Kyoto, Kobe, entre outras. Nós queríamos ir até a Umeda Station, pois nosso hotel era naquela região, e fomos de ônibus. O ônibus custou 1500¥ e o trajeto até a Umeda durou 1h. Para conferir outras opções saindo do aeroporto de Kansai, sugiro o site Japan Guide.

O aeroporto internacional de Osaka e suas três principais estações de trem
O aeroporto internacional de Osaka e suas três principais estações de trem

Screen Shot 2017-01-15 at 09.39.55

O sistema de metrô de Osaka tem oito linhas e é ótimo para circular pela cidade. Limpo, organizado e pontual, como tudo no Japão! Rs

screen-shot-2016-12-24-at-10-24-19
Mapa do metrô de Osaka – um pouco assustador olhando assim, mas não é tão complicado quanto parece

Screen Shot 2017-01-15 at 09.42.37

Nós ficamos numa guest house perto da Umeda Station, e gostei bastante da localização. A região era tranquila e quieta, nem parecia que estávamos numa cidade tão grande e populosa. Mas, se você quiser ficar mais perto do “agito” da cidade, minha recomendação é ficar mais próximo da Namba Station, onde estão as maiores lojas, shoppings, infinitas opções de restaurantes e mais um monte de outras coisas pra fazer…

A rua do nosso hotel, perto da Umeda Station
A rua do nosso hotel, perto da Umeda Station
Rua Fukushima, perto da Umeda Station e do nosso hotel
Rua Fukushima, perto da Umeda Station e do nosso hotel
Jardim de um templo perto da Umeda Station
Jardim de um templo perto da Umeda Station
Caminhando por Osaka :)
Caminhando por Osaka 🙂

Screen Shot 2017-01-15 at 10.14.31

Osaka não tem nem de perto a mesma quantidade de atrações que Kyoto, então 2 dois lá é suficiente para aproveitar tudo de melhor que a cidade tem a oferecer. Há muitos museus, teatros, shoppings, um aquário famoso, parques e templos, mas o imperdível mesmo são o Castelo de Osaka e o Distrito de Namba.

1. O Castelo de Osaka, a principal atração da cidade, começou a ser construído em 1583, mas depois de ser destruído inúmeras vezes, em conflitos civis, incêndios, batalhas e a última vez por bombardeios durante a Segunda Guerra Mundial, foi só em 1997 que as obras de reconstrução foram concluídas e que o castelo ganhou a “cara” que tem hoje.

img_1842

É possível entrar no castelo, e o ingresso custa 600¥ (nós não fomos, porque já aprendi que os templos/castelos são sempre mais bonitos de fora do que de dentro, e ver de fora é de graça! rs). O parque em volta dele é enorme, tem algumas opções para comer, beber e tomar sorvete, e vários lugares para sentar e curtir a paisagem, tudo isso sem precisar pagar nada (o ingresso é só pra entrar no castelo). O parque é cercado por uma muralha e um fosso, assim como os castelos europeus!

img_1847

img_1812

img_1807

O castelo está até nos bueiros de Osaka!
O castelo está até nos bueiros de Osaka!

Para chegar lá, as estações de metrô mais próximas são a Tanimachi 4-chrome Station e a Osakajokoen Station.

2. Namba District, o centro de entretenimento de Osaka, é o coração da cidade! Lá é o paraíso das compras, das comidas de rua, dos restaurantes e dos outdoors luminosos. É o lugar perfeito para quem gosta de caminhar e ver coisas diferentes. Mas antes de ir, faça um alongamento, pois você vai andar muuuuuuito!

img_1920
Essa é a rua Dotonbori, a mais famosa de Namba. Ali alguns restaurantes funcionam 24h
fullsizeoutput_917
Canal de Dotonbori

img_1929

img_1933

img_1951

fullsizeoutput_8f9

fullsizeoutput_8fc

img_1966
Se puder, tente visitar Namba à noite também, pois a paisagem muda completamente com os sinais luminosos!

Para chegar lá, é só pegar qualquer trem que vá para a Namba Station.

Pertinho dali, recomendo ir também ao Kuromon Ichiba Market, uma feira de comidas muito legal e interessante, principalmente para os que gostam de experimentar coisas novas!

img_1881

img_1880

Vai um mini polvo no palito?
Vai um mini polvo no palito?

fullsizeoutput_91a

img_1911

Outra atração famosa de Osaka, mas que não fomos, é o parque da Universal Studios, o primeiro a ser inaugurado na Ásia, em 2001. Para chegar é só ir de trem ou de ônibus, e a entrada custa mais ou menos 200 reais.

O que fazer por perto de Osaka: Kyoto, o destino mais imperdível do Japão (na minha opinião pelo menos), e Nara, que pode ser visitada em 1 dia só ou dá pra passar uma noite, como nós fizemos. Vale a pena conhecer Nara porque é muito fácil e rápido chegar lá se você já estiver em Kyoto ou Osaka, e a cidade é uma gracinha!

Para saber mais sobre Kyoto e Nara, veja os próximos posts!

Espero que tenha gostado e que este post tenha sido útil! Qualquer dúvida, deixe seu comentário!

Comments are closed.