Viagem na China: a cidade antiga de Pingyao

Viagem na China: a cidade antiga de Pingyao

É difícil dizer qual foi meu destino favorito na China, pois todas as cidades me impressionaram muito, mas Pingyao com certeza foi a mais charmosa e fotogênica de todas! Sou suspeita pra dizer – amo cidades amuralhadas, construções medievais e ruazinhas estreitas; elas sempre são minhas preferidas nas viagens, e Pingyao, então, foi simplesmente um sonho!

IMG_3319

Nós chegamos de trem às 5 da manhã. Não podíamos ficar na estação porque a sala de espera era apenas àqueles que estavam esperando para embarcar (o acesso era restrito; tinha que mostrar a passagem e tudo mais). De madrugada, com tudo fechado, perto de 0°C e sem ter onde ficar, nossa única opção era ir para o hotel. Na saída da estação, havia vários táxis (na verdade eram um estilo de tuk tuk) e depois de um dos motoristas oferecer para nos levar, acabamos aceitando – afinal, a cidade não tinha iluminação, não dava pra enxergar praticamente nada e sabíamos que o hotel ficava a uns 2 km da estação. 

IMG_7420

Dentro do táxi, não fazíamos ideia para onde estávamos indo, pois realmente estava MUITO escuro. A única luz era a do próprio táxi, e que não era grande coisa. Só fiquei mais tranquila que estávamos no caminho certo quando entramos na parte amuralhada da cidade. Lá dentro do centro histórico também não havia muita iluminação, mas já conseguimos perceber a diferença na arquitetura e no chão, que não era mais de asfalto, e sim de pedras.

Ficamos super animados por estarmos ali, pois parecia que tínhamos entrado em um filme, foi surreal! Não tinha absolutamente ninguém na rua, tudo fechado, sem sinal de vida; nem parecia de verdade! A sensação foi que estávamos olhando um cenário, algo montado e de mentirinha, e não uma cidade! Foi uma primeira impressão incrível! Acho que se tivéssemos chegado de dia, já com tudo aberto e pessoas na rua, não teria sido tão mágico!

IMG_7421

O táxi nos deixou na frente de hotel, mas como ele não tinha recepção 24h, estava fechado. Tentamos bater na porta, mas ninguém apareceu, então tivemos que ficar ali na frente, sentados na calçada em frente à porta do hotel.

IMG_7423

O problema foi que, como eu falei, estava perto de 0°C e ficar parado no frio só faz parecer que está muito mais frio! Depois de eu bater loucamente na porta (afinal já estávamos há 1h no frio), um cara apareceu e nos deixou entrar! Foi um momento de muita alegria, hahaha. A única coisa que eu queria era entrar em um lugar quentinho, não me importava em ficar na recepção ou aonde quer que fosse, mas esse rapaz foi ainda mais querido e nos deixou irmos para um dos quartos! 

A decoração do quarto era uma gracinha!
A decoração do quarto era uma gracinha!

O quarto estava gelado, mas depois de ligarmos o aquecedor foi esquentando aos pouquinhos. Nós estávamos como dois blocos de gelo, hahaha!

Quando amanheceu e saímos do nosso quarto, tivemos a surpresa de conhecer o hotel e a rua agora com luz, uma paisagem totalmente diferente, mas igualmente linda e encantadora!

IMG_7425

IMG_3351

A cidade antiga de Pingyao é a mais bem preservada da China, um verdadeiro museu a céu aberto que conta uma história de mais de 2700 anos! Ao caminhar por sua ruazinhas, você volta no tempo e tem uma ideia de como era a China antiga, durante as dinastias Ming (1368-1644) e Qing (1644-1911). E o melhor, na minha opinião, é que ainda há moradores no centro histórico, então a cidade funciona normalmente com suas feirinhas de rua, mercadinhos e lojas. Apesar de suas construções serem tão lindas e perfeitas a ponto de parecerem de mentira, a cidade não tem um ar artificial ou meramente turístico.

Pingyao, China (27)

Talvez porque fomos no inverno e não havia tantos turistas, tive a impressão de que a vida na cidade, mesmo no centro histórico, não gira em torno do turismo, tanto que os moradores não dão muita “bola” para os visitantes. Pelo menos quando fomos, não havia agências de viagens, guias oferecendo tours, taxistas insistentes, vendedores empurrando souvernirs nem nada disso. Não que não houvesse infraestrutura para o turismo; havia sim, mas não a ponto de tirar a autenticidade e tranquilidade do lugar.

Pingyao é autêntica e, principalmente nas ruas menores, não parecia nem um pouco como se estivéssemos num centro turístico tão importante. Achei isso incrível, e me fez gostar ainda mais da cidade!

Pingyao, China (34)

IMG_3256

Pingyao, China (23)
As ‘lojas’ de souvenirs são barraquinhas em frente às casas dos próprios vendedores

Outra coisa que eu amei em Pingyao foi que a parte histórica e amuralhada tem MUITA coisa pra ver; templos, prédios do governo, torres, tudo seguindo o mesmo padrão de cores e de arquitetura e num espaço pequeno (a muralha tem apenas 6km de perímetro), o que faz com que seja muito fácil e tranquilo conhecê-la a pé.

A cada rua que se entra, você descobre um novo templo, um novo jardim
A cada rua que se entra é uma nova surpresa! Não faltam atrações nesse pequeno centrinho histórico!

Não é à toa então que Pingyao tenha entrado para a lista da Unesco de patrimônios históricos da humanidade em 1997 e que seja considerada uma das mais fascinantes cidades amuralhadas do mundo!

Screen Shot 2017-01-15 at 09.39.04

Praticamente no meio do caminho entre Beijing e Xian – a cerca de 600km a sudoeste de Beijing e a 500km de Xian. Apesar de sua localização ser bastante estratégica, entre duas cidades muito turísticas e para onde quase TODOS os visitantes vão (afinal, Beijing tem a Muralha e a Cidade Proibida, e Xian tem o Exército de Terracota), a grande maioria acaba indo de Beijing a Xian (ou vice-versa) de avião, pulando Pingyao, que não tem aeroporto. As distâncias na China realmente são muito longas e o transporte aéreo muitas vezes é o mais conveniente, mas pegar trens na China faz parte da experiência, e eu recomendo muito! Ainda mais porque não dá pra perder uma cidade como Pingyao se você já está ali pertinho, seja em Beijing ou Xian.

O nome da província de Pingyao é Shanxi
O nome da província de Pingyao é Shanxi

Screen Shot 2017-01-15 at 09.39.26

O aeroporto mais próximo de Pingyao, o Taiyuan Wusu Airport (TYN), fica a 90km de distância, e o trajeto entre eles leva duas horas de ônibus ou trem, ou seja, não é a opção mais conveniente.

O melhor jeito mesmo é de trem! Saindo de Beijing, é possível pegar trens rápidos e trens convencionais. O trem mais rápido faz o trajeto Beijing-Pingyao entre 4 e 4.5 horas, e as passagens começam em CNY 183. O trem convencional (foi o que nós pegamos, para economizar noite em hotel, haha) leva entre 10 e 12 horas. O hard sleeper custa a partir de CNY 163 e o soft sleeper, CNY 251. (Eu expliquei a diferença entre as categorias de camas e assentos nos trens chineses no meu post introdutório sobre o país.)

Vagão de hard sleepers no trem convencional entre Beijing e Pingyao
Vagão de hard sleepers no trem convencional entre Beijing e Pingyao

Saindo de Xian, também há essas duas opções: o trem de alta velocidade entre Xian-Pingyao leva cerca de 3 horas e custa a partir de CNY 126. O trem convencional leva entre 8 e 10 horas, e os preços do hard sleeper começam em CNY 124, e os do soft sleeper, CNY 196.

Pingyao poussui duas estações de trem: uma para os trens de alta velocidade e uma para os trens convencionais. A primeira, Pingyao Ancient Town Railway Station, fica a cerca de 10km do centro histórico da cidade. Para chegar lá, é possível pegar táxis ou o ônibus 108. A segunda, Pingyao Railway Station, fica a mais ou menos 2km da parte amuralhada; é possível chegar lá a pé, de táxi, ônibus (números 1, 3, 102 ou 103) ou com um carrinho elétrico de golf (ver a foto do tópico seguinte) que também serve como táxi.

Parte de fora da muralha
Parte de fora da muralha

Screen Shot 2017-01-15 at 09.39.55

A pé, de bicicleta (há vários lugares que alugam), de ônibus, táxis ou com o tal do carro elétrico, como o da foto abaixo. Dentro da parte amuralhada, não entram carros e ônibus, apenas veículos pequenos, como bicicletas, bicicletas elétricas, tuk tuks e esse estilo de carrinho de golf. Nós conhecemos tudo a pé e foi muito tranquilo, não vi necessidade de transporte.

IMG_7433

pingyaomap
Mapa da Cidade Antiga de Pingyao. Imagem: chinahighlights.com

Screen Shot 2017-01-15 at 09.42.37

Na minha opinião, é imprescindível ficar hospedado na parte antiga e amuralhada da cidade! E, para ter a experiência completa, escolha um hotel/hostel que tenha decoração típica, que é linda demais! Já mostrei a foto do nosso quarto no começo do post; ele era bem apertadinho, mas amei a decoração! O nome do hotel era Pingyao Yucheng Yuan Inn; na época em que fomos (dois anos atrás), eu tinha gostado, mas não sei se continua bom. A localização é ótima, numa das ruas principais – se bem que, estando dentro do centro histórico, não há localização ruim, tudo é pertinho!

Pátio do hotel
Pátio do hotel

Screen Shot 2017-01-15 at 10.14.31

Dentro da parte amuralhada, há uma infinidade de templos e museus abertos ao público, e, para visitá-los, você deve comprar um passe nos ticketing offices disponíveis na cidade. Esse passe dá direito a conhecer até 20 atrações dentro do centro histórico, ou seja, é coisa pra caramba! O passe custa CNY 130 e tem validade de 3 dias. As atrações inclusas são:

Ancient City Wall, a muralha, onde você pode “subir” e contornar toda a cidade por cima. De quebra, perto das torres (nos cantos da muralha), há várias estátuas legais para tirar fotos engraçadinhas, rs.

Pingyao, China (6)

Pingyao, China (21)
A vista da muralha proporciona ótimas fotos dos telhados da cidade antiga. A foto-capa deste post foi tirada de cima também

IMG_3294

Pingyao, China (9)

IMG_3297

IMG_3298

Os templos Temple of the City God (primeira foto abaixo),  Temple of Confucius (segunda foto abaixo) e Qingxu Taoist Temple.

IMG_3324

Pingyao, China (18)

Pingyao, China (15)

Pingyao, China (20)

Os museus China Rare Newspaper Museum, Pingyao Ancient Residence Museum, Ancient Security Guard Company Museum, Military Arts House, Tianjixiang Museum, Museum of Chinese Chamber of Commerce, No. 1 Ancient Security Guard Company in North China e Tongxinggong Ancient Security Guard Company. (As construções são muito parecidas, não sei discernir qual é qual nas fotos, hahaha.)

IMG_7487

Pingyao, China (11)

IMG_7489

Bancos e casas de câmbio antigas, como Rishengchang Exchange Shop, Weishengchang Exchange Shop, Baichuantong Exchange Shop e Xietongqing Exchange Shop.

IMG_7482

IMG_3307

Pingyao, China (35)

O antigo prédio do governo, Ancient Government Office; a antiga residência de Lei Lutai, que foi quem abriu o primeiro banco na China (!), e, por último a rua mais famosa do centro histórico, Ancient Ming-Qing Street (fotos abaixo).

Pingyao, China (3)

Pingyao, China (25)

Essas atrações que eu citei são as que estão inclusas no passe de 3 dias, mas há várias cuja entrada é liberada para todos, então, no total, o número de atrações é bem maior que 20! Nós não somos muito preocupados em conhecer cada museu/templo/atração disponível; nosso passeio favorito é sempre simplesmente caminhar pela cidade e ir descobrindo os lugares por acaso, ao invés de ficar “caçando” atrações.

Além disso, as próprias ruas, torres e fachadas das casas já dão um show, especialmente à noite!

IMG_3352

IMG_3378

IMG_3389

Pingyao, China (29)

IMG_3361

IMG_3342

Pingyao, China (5)

Na parte de fora da cidade amuralhada
Na parte de fora da cidade amuralhada

Pingyao, China (13)

Pingyao, China (31)
Treinamento Shaolin

Screen Shot 2017-01-15 at 09.42.17

O clima de Pingyao é geralmente ameno, com média anual de 10°C. As melhores estações para visitá-la são o outono e a primavera. No verão (junho a agosto), as temperaturas ficam entre 19 e 28°C, e é a estação mais chuvosa. No inverno, as temperaturas ficam entre -16 e 0°C e o tempo é bastante seco, tão seco que achei que a cidade tinha um aspecto “empoeirado”, rs. Quando nós estivemos lá, em janeiro de 2015, não chegou a fazer -16°C, ainda bem! Estava por volta de 0°C, e todos os dias ensolarados.

Pingyao, China

Screen Shot 2017-01-15 at 10.14.19

Como a cidade antiga de Pingyao não é muito grande e é possível conhecê-la a pé, acredito que dois dias inteiros lá sejam suficientes. Nós ficamos 3 dias e acabou sendo demais, mas de qualquer forma, Pingyao é uma cidade agradável, onde você se sente muito seguro e tranquilo. Por mais que você termine de conhecer todas as suas atrações, caminhar por suas ruazinhas e tirar muitíssimas fotos nunca é demais!

Pingyao, China (17)

Espero que tenha gostado das informações e dicas, e que elas tenham sido úteis! Aproveite para ler sobre a Beijing, a Muralha da China, Suzhou, Shanghai, Xian, Hangzhou, a introdução sobre o país e o guia completo da culinária chinesa! E qualquer dúvida, deixe seu comentário!

Comments are closed.