Transporte no Japão: como viajar entre cidades

Transporte no Japão: como viajar entre cidades

A maneira mais prática de viajar entre cidades no Japão é, sem dúvidas, de trem, especialmente de trem-bala. A rede de transporte japonesa é conhecida por sua pontualidade e eficiência, então não importa qual meio você escolha, pode ter certeza que sua viagem será tranquila e segura. O que geralmente não é viável, contudo, é viajar de avião, pois os aeroportos grandes, como Narita, Haneda e Kansai, ficam longe do centro das cidades, no caso, Tóquio e Osaka; ao passo que as estações de trem normalmente ficam nas regiões mais centrais.

img_1971

Se seu objetivo é viajar para várias cidades e a distância entre elas for grande, talvez valha a pena comprar o passe de trem, o JR Pass (Japan Rail). Nós não compramos porque eu fiz as contas de quanto custaria cada passagem de trem e de ônibus, e, somando tudo, ainda era mais barato que o valor do passe; por isso, é bom planejar o roteiro e analisar se compensa ou não investir no JR Pass.

O passe pode ser utilizado apenas por turistas e deve ser comprado antes de chegar ao Japão. Dentro do país é possível comprar outros passes, mas não o JR Pass, que é o mais abrangente de todos. Ele pode ser de três tipos: 7 dias consecutivos, que custa 29110¥; 14 dias consecutivos, que custa 46390¥; ou 21 dias consecutivos, que custa 59350¥. O diferencial do JR Pass é que você pode utilizá-lo no país inteiro e pegar todos os tipos de trem, inclusive o trem-bala.

Para nós não compensava porque nós faríamos apenas um trecho de Shinkansen (trem-bala), que é entre Kyoto e Tóquio, e ele custa 13000¥. Claro, se nós fizéssemos esse trecho ida e volta, custaria 26000, que é quase o valor do passe (29000¥), mas como iríamos voltar de Tóquio, só precisávamos da passagem de ida do trem. E quanto aos outros trechos, fizemos todos com trens “normais”, que não custavam muito.

img_2656

Entre Osaka e Nara é possível viajar a partir de 400¥, e de Nara a Kyoto custa por volta de 710¥.

fullsizeoutput_952

E nós pegamos ônibus de Tóquio, no terminal de ônibus de Shinjuku, à estação Kawaguchiko (pertinho do Monte Fuji) e a passagem ida e volta custou 3500¥.

screen-shot-2016-12-22-at-21-51-47

No total, então, nós gastamos por volta de 17500¥ (500 reais) por pessoa com transporte entre cidades.

E como comprar as passagens? Nós compramos todas diretamente na estação sem nenhuma antecedência; só chegamos, compramos e viajamos! Para qualquer uma delas, não foi preciso interagir com ninguém, é sempre possível comprar pelas máquinas, e todas tinham opção em inglês.

A única dificuldade que tivemos foi em algumas estações do metrô de Tóquio, porque as máquinas lá funcionam assim: em cima das máquinas há um mapa com todas as estações que você pode ir a partir dali, e cada uma tem um número em cima, que é o preço da passagem até lá. Então, se você quer ir para Shibuya, por exemplo, e nesse mapa o número em cima de “Shibuya” é 210, você deve (sem apertar nada antes) inserir 210¥  na máquina (ou mais, pois ela devolve o troco se for o caso), selecionar a opção de preço que vai estar na tela, e pronto, ela imprime sua passagem! Se você estiver comprando para mais de uma pessoa, é só colocar a quantia maior, selecionar ao lado quantas passagens você quer comprar e depois o valor, e é isso!

tokyosubway

Bom, isso é fácil se o mapa com os preços para cada estação está no nosso alfabeto, mas em algumas estações não tinha essa opção, daí a gente tinha que perguntar para algum dos atendentes. De qualquer forma, não é difícil, é só questão de pegar o jeito da coisa!

Esse mapa, por exemplo, não tem como decifrar! Rs
Esse mapa, por exemplo, não tem como decifrar! Rs

Achou útil as minhas dicas? Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário!

Comments are closed.