Hospedagem barata em Hong Kong: um desafio

Hospedagem barata em Hong Kong: um desafio

Se você quiser um lugar bom, barato e conveniente para se hospedar em Hong Kong, já vou avisando: não vai ser fácil!

Nós ficamos em 4 hotéis diferentes em 6 dias de viagem, e não gostei de nenhum! rs

Tudo começou quando compramos as passagens de Kuala Lumpur a Hong Kong mais ou menos duas semanas antes da viagem. Como vi que seria difícil e demorado escolher hotéis, acabei reservando apenas para a primeira noite um hostel na Chungking Mansions, e deixei pra procurar hotel para os outros dias quando estivesse mais próximo da data.

Dois erros: Chungking Mansions e não reservar com antecedência.

Hong Kong, como eu comentei em outras postagens, é uma das regiões mais densamente povoadas do mundo, então, se mal tem espaço para os moradores, imagina para os visitantes! (Claro que os turistas com $$ não tem esse problema…)

Bom, quando fui reservar hotel/hostel para os outros dias, não tinha mais vaga em praticamente nenhum lugar, e por isso tivemos que ficar trocando…

Ficamos duas noites em Tsing Yi, a ilha no meio do caminho entre o aeroporto e Kowloon, uma noite na Chungking Mansions e duas noites perto da Temple Street (mas em hostels diferentes).

Se você procurar por opções baratas de hospedagem em Hong Kong, com certeza vai se deparar com vários hostels/guesthouses na Chungking Mansions. Essa “mansão” é um prédio na Nathan Road, a avenida mais importante e legal (na minha opinião) da cidade, que tem zilhões de lojas estilo “camelódromo”, botecos, bares, cabeleireiros, agências de viagem, casas de câmbio, banca de revistas, além de centenas de albergues e pensões – reforçando, TUDO isso em um só edifício!

screen-shot-2016-12-18-at-17-14-08

screen-shot-2016-12-18-at-17-13-39

O prédio tem 17 andares e cinco blocos, e foi terminado em 1961. Originalmente era apenas residencial, onde moravam somente as pessoas naturais de Hong Kong. Hoje em dia, no entanto, a Chungking Mansions também é um lugar de imigrantes, principalmente indianos, árabes e africanos. Então, juntando os imigrantes, as pessoas locais e mais os milhares de turistas que se hospedam ali, o prédio é quase uma Torre de Babel!

20160915_141035
Quantidade de albergues em um só lado de um dos blocos

Os hotéis/hostels/albergues da Chungking Mansions têm vários preços, desde os mais baratos de Hong Kong (US$25 um quarto duplo com banheiro compartilhado) até alguns custando mais de US$200!

Nós ficamos no Australian Guest House, que nos custou US$49. Minha primeira impressão do quarto foi boa, pois a decoração chinesa era até bem charmosinha, mas o problema ali foi que, quando ligamos o ar condicionado, como a janela não dava para a rua, e sim para a parte interior do prédio, começou a vir um cheiro super forte de comida indiana e ele não saiu nunca mais, pois não adiantava abrir a janela. O cheiro impregnou em tudo, na roupa de cama, nas nossas roupas… foi terrível! E a recepção nunca tinha ninguém, então nem tinha com quem reclamar…

20160917_151449

20160917_151457

Portanto, meu veredito sobre a Chungking Mansions é: se você quer ficar na hospedagem mais autêntica de Hong Kong, ali é seu lugar! Mas lembre-se que encontrar um albergue bom ali é uma loteria, pois tem TANTOS que é impossível ter certeza qual vai ser bom e qual vai ser ruim – ler as críticas de cada um ajuda, mas ainda não é garantia.

É importante frisar também que o prédio é muito velho, sujo, fedido e que os elevadores são hiper lerdos e não dão conta da quantidade de gente subindo e descendo o tempo todo – SEMPRE tinha fila para o elevador, tanto que pra descer nós só íamos de escada; nossa guesthouse ficava no décimo andar e ainda assim era mais rápido!

Fila pro elevador
Fila pro elevador

Outra coisa: o andar do térreo é cheio de lojas, restaurantes, casas de câmbio etc. e os donos/funcionários desses lugares ficam enchendo o saco toda santa vez que você passa por eles, oferecendo seus serviços e produtos, além de coisas ilegais, como relógios/bolsas/eletrônicos falsificados e, inclusive, drogas (!!!). Eles vinham falando baixinho “marijuana, hashish?”, ou seja, não é um ambiente muito familiar, não é mesmo?

Bela vista da janela de um dos corredores da Chungking Mansions
Bela vista da janela de um dos corredores da Chungking Mansions

Resumindo, quer uma experiência maluca em Hong Kong? Vá na Chungking Mansions. Não tá a fim de tanta aventura assim? Procure outro lugar. Eu sei que não volto mais lá! Encontramos albergues na mesma faixa de preço dos da Chungking Mansions na região da Temple Street, perto da estação de MRT Jordan. Eles também não eram maravilhosos, mas pelo menos os prédios em que ficavam eram mais tranquilos, sem vuco-vuco e assédio de vendedores.

 

Comments are closed.