Conhecendo os distritos de Tóquio: Shinjuku

Conhecendo os distritos de Tóquio: Shinjuku

Se Shibuya tem o cruzamento mais movimentado do mundo, é em Shinjuku a estação de trem com a maior quantidade de passageiros circulando por dia no mundo! São mais de TRÊS milhões de pessoas passando pela estação todos os dias, a qual é servida por dezenas de diferentes linhas de trem e metrô! E mais: há um terminal de ônibus conectado à estação, e ele é uma das principais paradas de ônibus de longa distância de Tóquio (foi lá que nós pegamos o ônibus para o Monte Fuji, inclusive).

img_2895

Shinjuku é um dos 23 distritos da metrópole e ele pode ser dividido em duas áreas: a administrativa e a de entretenimento.

fullsizeoutput_a02

A região administrativa é onde ficam os maiores arranha-céus de Tóquio, incluindo as torres gêmeas do governo da cidade, Tokyo Metropolitan Government Office, que têm dois observatórios abertos para o público (e gratuitos) no 45º andar de cada torre.

twintowerstokyo

Já a região de “entretenimento” é o maior red light district (em outras palavras, “zona”) do Japão! Lá você encontra inúmeros restaurantes, bares, pubs, baladas, casas de jogos (do estilo caça-níqueis), motéis, strip clubs e daí pra pior… dizem que há opções para todos os sexos e orientações sexuais.

img_2787

Nós, sem saber desse fato, fomos lá na maior inocência, justamente à noite! Depois de caminharmos um pouco por uma das principais ruas, percebemos que tinha alguma coisa errada ali; vimos que a galera não parecia muito amigável, vários sujeitos suspeitos, poucas pessoas “normais” caminhando (quero dizer famílias, outros turistas etc.), e, nas áreas mais isoladas, praticamente apenas homens. Enfim, demos uma voltinha, tiramos umas fotos e saímos rapidíssimo dali! Hahaha

img_2780

Não que fosse perigoso (talvez seja, não sei), mas senti que o Evandro se safou por estar comigo, senão aqueles homens iam com certeza chamá-lo pra entrar num dos bares e “clubes”, e daí o que acontece lá dentro e quanto dinheiro tiram de você não faço ideia! Tenho certeza que é um lugar muito frequentado tanto por locais quanto por turistas, e não só pelas ‘atrações sexuais’, mas simplesmente pra curtir os bares e casas noturnas com os amigos. De qualquer forma, é bom ir sabendo o que essa região é, e ficar atento para não cair em nenhum golpe ou coisa do tipo.

screen-shot-2017-01-05-at-00-04-27

Um dos golpes mais comuns em casas noturnas é, na hora da saída, cobrarem da pessoa um valor exorbitante, muito além do que ela realmente consumiu, e, se ela se recusar a pagar, os seguranças grandalhões estão ali para ameaçar e impor medo. A pessoa daí acaba pagando a conta absurda, afinal, para quem pedir ajuda num lugar desses? Portanto, minha sugestão é fazer como nós fizemos, olhar a região só de fora rapidinho e voltar à parte “normal” de Shinjuku.

img_2775

img_2776

O distrito inteiro de Shinjuku é um ótimo lugar para fazer compras, com várias lojas de departamentos gigantescas! Algumas delas são: Isetan, com 10 andares (!), Takashimaya, com 15 andares (!!) e Odakyu, com 16 andares (!!!). Para eletrônicos, as melhores são a Yodobashi Camera e a Bic Camera. Dessas que eu citei, fomos apenas na Bic Camera. Ela é ótima! Dá pra passar fácil uma tarde inteira lá dentro! Hahaha

Screen Shot 2017-01-15 at 09.39.26

Como a Shinjuku Station é a mais movimentada do mundo, não é exagero dizer que todos os caminhos levam a ela!

screen-shot-2017-01-04-at-23-58-09

Espero que tenha gostado e que este post tenha sido útil! Qualquer dúvida, deixe seu comentário!

Comments are closed.