A ilha de Hong Kong e o Victoria Peak

A ilha de Hong Kong e o Victoria Peak

Só para diferenciar: Hong Kong é o nome do país-cidade e também o nome de uma das ilhas que faz parte de todo o território do país. A ilha a que me refiro é a área contornada de vermelho: Lá encontram-se os principais edifícios comerciais, arranha-céus e shoppings. É uma ótima opção para se hospedar, assim como Kowloon, pela praticidade e quantidade de lojas e restaurantes disponíveis. Também é da ilha de Hong Kong que saem os ferries para Macau, leia…

Read More Read More

Hong Kong: Kowloon

Hong Kong: Kowloon

Kowloon é a região que fica na ponta mais ao sul da parte continental, e é dividida da ilha de Hong Kong pela baía de Kowloon. Kowloon tem duas “personalidades”, digamos: a costa, onde fica o Victoria Harbour e de onde é possível admirar a ilha de Hong Kong, é moderna, com inúmeros arranha-céus, sendo o mais alto deles (não só de Kowloon, mas de toda Hong Kong) o ICC – International Commerce Center. Esse prédio é o décimo mais alto…

Read More Read More

Hong Kong: a ilha de Lantau e o Grande Buda

Hong Kong: a ilha de Lantau e o Grande Buda

Saindo do aeroporto, Lantau é a primeira ilha por onde se passa em direção a Kowloon e à ilha de Hong Kong, e é nela onde estão o Grande Buda, o monastério Po Lin, o teleférico Ngong Ping 360, o parque Hong Kong Disneyland, além de praias, montanhas, florestas, resorts, um clube de golfe e um observatório de golfinhos! Dessas atrações nós visitamos apenas Ngong Ping: o teleférico, o monastério e o Grande Buda. Para chegar até lá, basta pegar…

Read More Read More

Hong Kong: tudo o que você precisa saber

Hong Kong: tudo o que você precisa saber

Com uma área de 1104 km² e 7 milhões de habitantes, Hong Kong é uma das áreas mais densamente povoadas do mundo! Hong Kong foi uma colônia britânica de 1898 a 1997, tendo pertencido também aos japoneses por 3 anos durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1997, então, Hong Kong foi devolvida à China na condição de território administrativo especial (assim como Macau). Isso significa que, apesar de fazer parte da China, Hong Kong tem seu próprio governo e segue suas próprias leis….

Read More Read More

Singapura: Gardens by the Bay e Marina Bay Sands

Singapura: Gardens by the Bay e Marina Bay Sands

Gardens by the Bay é um parque construído em cima de um aterro marítimo, inaugurado em 2012 e que foi planejado pelo governo de Singapura com o intuito de melhorar a qualidade de vida da população aumentando as áreas verdes da cidade. O parque é dividido em três jardins, possui duas estufas, vários lagos, um jardim apenas para crianças, e muitas outras atrações. O que mais chama a atenção são as gigantescas árvores artificiais no centro do parque. Elas são simplesmente…

Read More Read More

Singapura: Clarke Quay

Singapura: Clarke Quay

A área onde hoje é o Clarke Quay era um porto secundário, que foi desativado e reestruturado para dar lugar a um complexo de entretenimento. Esse complexo é como um shopping ao ar livre, cheio de lojas, bares e restaurantes. Apesar de ser ao ar livre, há proteção contra chuva e sol forte, então é um lugar agradável tanto durante o dia quanto à noite. Já estive lá em vários horários, e sem dúvida o agito é à noite. Durante…

Read More Read More

Ilha Sentosa: o lugar mais divertido de Singapura

Ilha Sentosa: o lugar mais divertido de Singapura

Até uns anos atrás, a ilha de Sentosa não era mais que uma vila de pescadores com praias tranquilas, mas à medida que Singapura foi enriquecendo, começaram a investir, além de no transporte público, segurança e limpeza, que já estavam ótimos, no lazer da população e também dos milhões de turistas que visitam a cidade-país todo ano. É em Sentosa que está o parque da Universal Studios, além de um complexo hoteleiro gigantesco, com vários hotéis e spas, muitíssimas opções…

Read More Read More

Chinatown e Little India: bairros étnicos de Singapura

Chinatown e Little India: bairros étnicos de Singapura

A Chinatown compreende cinco distritos da cidade e fica não muito longe do Clarke Quay; é possível ir a pé, mas a maneira mais fácil é pegar o MRT e descer na estação Chinatown, muito fácil! Diferente da maioria das Chinatowns pelo mundo, a de Singapura é muito limpa e organizada, sendo um bom lugar para se hospedar, fazer compras, comer, visitar templos, museus e galerias de arte. Os templos budistas não são os únicos na Chinatown. A região é…

Read More Read More

Singapura: introdução e dicas de viagem

Singapura: introdução e dicas de viagem

Singapura é uma cidade-Estado, ou seja, é uma cidade que também é um país, assim como Mônaco, Vaticano e San Marino na Europa (entre outros exemplos). Singapura é um dos países mais ricos e desenvolvidos do mundo. Apresenta o melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) da Ásia e está entre os 10 melhores no geral (9° lugar, segundo o censo de 2014). Também está no topo do ranking de melhores lugares para expatriados. Historicamente, Singapura pertenceu ao império britânico até 1963,…

Read More Read More

Malaca: a cidade portuguesa na Malásia

Malaca: a cidade portuguesa na Malásia

Malaca, ou Malacca, ou ainda Melaka, é uma cidade com traços portugueses, a 1h e meia de Kuala Lumpur e patrimônio mundial da Unesco desde 2008. Em 1511, navegadores portugueses saíram de Goa, na Índia, a fim de montar uma base estratégica na Península Malaia e, assim, continuar sua expansão pelas Índias Orientais. A dominação dos portugueses em Malaca seguiu até 1641, quando os holandeses os expulsaram e tomaram a cidade, e, em 1824, ela foi cedida aos britânicos. Malaca passou a…

Read More Read More

Langkawi: dicas práticas

Langkawi: dicas práticas

Langkawi é uma das maiores ilhas da Malásia e um dos principais destinos no país (se não o principal) para quem está buscando praias tranquilas, mar azul e areias brancas. Além disso, Langkawi também é famosa pelo fato de ser tax free, o que significa que é um ótimo lugar para fazer compras, principalmente bebidas alcóolicas, já que no resto do país as taxas para cervejas, vinhos, destilados etc. são altíssimas. Há duas maneiras: por barco, de três cidades da…

Read More Read More

Malásia: custo de vida

Malásia: custo de vida

Viajar na Malásia é, com certeza, muito barato. Não tanto quanto Vietnã e Camboja, mas na mesma faixa que a Tailândia e bem mais em conta que Singapura. Para se ter uma ideia, os preços para quarto duplo privado começam em mais ou menos 50 ringgit (moeda local), ou seja, uns 38 reais; e com 200 ringgit (150 reais) você pode se hospedar num hotel 5 estrelas. Quanto ao transporte, dentro de Kuala Lumpur um ônibus do aeroporto internacional até a…

Read More Read More